Tragam mais pastéis de nata!

Hoje estava a vaguear pela Internet e encontrei um vídeo muito interessante! São pouco mais de sete minutos de imagens que valem a pena ser vistos!

Retrata um país europeu, voltado para o futuro, apostando em tecnologias verdes. Um país moderno mas com uma tradição que se perde nos tempos.

Um país que numa altura longínqua olhou para o horizonte e se lançou numa aventura que o levou aos quatro cantos do mundo. É claro que estou a falar de Portugal.

E hoje, este mesmo país apresenta-se a todos como “uma praça para o mundo”.

Numa altura em que atravessamos a pior das crises económicas das últimas décadas, Portugal surge em Xangai não apenas como o país de onde partiram os primeiros europeus a contactar o Império do Meio. É muito mais que isso!

Depois dos Jogos Olímpicos, a República Popular da China volta a sediar outro grande evento internacional. Desta vez, os olhos do mundo descem mais para Sul e centram-se em Xangai, a capital económica da China Continental.

Doze anos após Lisboa ter acolhido a Exposição Mundial de 1998, Xangai recebe a Expo 2010 sob o tema “Melhores Cidades, Maior Qualidade de Vida“. Pela segunda vez num período muito curto de tempo, a China abre-se mais uma vez ao mundo e apresenta-se como um Estado moderno, ecológico, seguro, urbano e voltado para o futuro mas sempre com o seu passado milenar como pano de fundo. Uma China preocupada com o desenvolvimento de políticas de sustentabilidade urbana ou não fosse este o país com mais habitantes do planeta Terra.

Portugal, como parece ser tradição desde 2000, encontra-se representado com o seu próprio Pavilhão todo ele coberto de cortiça, produto ecológico e reciclável, do qual o nosso país é o primeiro e principal produtor mundial.

Uma Praça para o Mundo” é o mote do pavilhão português. Portugal apresenta-se como uma nação jovem, moderna, desenvolvida e apostadora nas novas tecnologias.

O vídeo em questão faz parte integrante da mostra portuguesa em Xangai. Segundo dados da organização chinesa, são esperados 3 milhões de visitantes para o nosso pavilhão (num total de 70 milhões para todo o recinto).

Até agora, 25 dias após a abertura oficial, mais de 300 mil visitantes já entraram neste gigante de cortiça. O pavilhão encontra-se dividido em quatro grandes áreas. Numa primeira etapa dá-se especial destaque os 500 anos de relações entre os dois países; num segundo espaço, é apresentado o vídeo que me levou a escrever este post. A organização do Pavilhão português descreve-o como a forma de “transmitir uma imagem positiva do país, através de uma experiência marcante e memorável. (…) Apresenta a imagem de um Portugal contemporâneo, multifacetado, criativo e multicultural, no qual se cruzam energias naturais e humanas, fazendo estas últimas a ligação às duas salas seguintes, dedicadas às Energias Renováveis e ao Portugal contemporâneo.1

E as duas salas seguintes serão, provavelmente, as mais apelativas. A sala 3 apresenta os avanços tecnológicos que Portugal lidera, desde a produção de energia eólica à energia das ondas, passando, como é óbvio, pela energia solar.

Por fim, a última sala tem deixado um gosto português a todos os visitantes. É a loja dos recuerdos, do merchandising, dos vinhos e da tão famosa cafetaria portuguesa. Sim, famosa devido à venda de pastéis de nata. Pelos vistos, os chineses estão a adorar estes bolinhos de massa e creme de natas.

A Expo 2010 não é apenas mais uma exposição internacional. É a maior mostra jamais realizada e, numa época de turbulência económica, a exposição pode funcionar como terreno ideal para o diálogo e troca de políticas de desenvolvimento entre todos os países.

E no meio de tantos esforços das autoridades Portuguesas para salvar a economia nacional, parece que, a nível gastronómico, já conquistámos os Chineses. Se a solução é esta… tragam mais pastéis de nata!

 

1 http://www.portugalexpo2010.com.pt/conteudo.aspx?menuid=155

Anúncios
Comments
2 Responses to “Tragam mais pastéis de nata!”
  1. João Gil diz:

    Nesse vídeo aparece Guimarães. Até já estava a ver…

    Estás um bocado optimista, talvez inspirado pelo vídeo. Nas palavras sobre Portugal, concordo. O vídeo é uma promoção muito boa, está muito bem feito. Se fosse chinês comprava um bilhete de avião para Portugal.
    Nas palvras dobre a China, já não concordo com tudo. A China ainda tem de provar que nas próximas década consegue resolver a instabilidade social que se começa a fazer sentir em muitas das suas zonas rurais, o aumento do fosso entre ricos e pobres, a escassez de combustíveis, um sistema bancário ainda precário, etc.
    Claro que a ascensão da China é vista por muitos como a reposição de um status quo, havendo mesmo quem diga que a China foi a maior economia do mundo em 18 dos últimos 20 séculos.

    • João, embora concorde com o que dizes, não nos podemos esquecer que o meu texto está imbiundo das virtudes de uma Expo! É tudo bonito e fácil de se fazer! Todos aparecemos muito bem nas fotografias!
      Bem sabemos que a realidade não é esta, mas não podemos deixar de tirar o chapéu aos Chineses! Organizam a maior exposição universal de sempre, falam de um tema importantíssimo para a humanidade e, no final de contas, apesar de transmirem uma ideia de que estão realmente no bom caminho para resolver problemas ambientais e urbanisticos, há um deficit enorme entre o que a China mostra aqui que está a fazer e a realidade deste gigante. Como tu dizes, e muito bem, Pequim terá de mostrar que consegue resolver um conjunto vasto de problemas que, à imagem do país, são enormes!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

  • Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

    Junte-se a 8 outros seguidores

%d bloggers like this: