E se 1985 tivesse sido diferente?

Comemora-se hoje o 25º aniversário da assinatura do Tratado de adesão de Portugal e Espanha à então Comunidade Económica Europeia. O Mosteiro dos Jerónimo foi palco da assinatura do Acordo que permitiu a Lisboa entrar no exclusivo clube europeu. Aliás, o Mosteiro dos Jerónimos e o seu vizinho Centro Cultural de Belém foram marcos na história Portuguesa da integração europeia.

Vinte e cinco anos, um quarto de século, tempo mais que suficiente para se efectuar um balanço da participação Portuguesa no projecto europeu. E na minha óptica, esse balanço é bastante positivo. Apesar de não ter vivido o antes-1985, basta folhear um livro de História ou navegar pela Internet para se perceber o quão atrasado o nosso país era. O Projecto de Bruxelas passava, entre centenas de outras coisas, por nivelar os níveis de vida dos 12 Estados-membros. Uma tarefa bastante árdua, mas que ao longo dos anos foi dando alguns resultados.

Aos benefícios que retiramos por sermos membros da CEE, agora União Europeia, juntam-se, claro está, muitas cedências do nosso país a favor do poder de Bruxelas. Usufruímos de livre circulação de pessoas, bens e capitais, partilhamos uma moeda única, avançámos em políticas de integração económica, na defesa externa e, mais timidamente, na integração política e militar. Partilhamos um Parlamento comum e um colégio de Comissários que funcionam como um mega-governo da União.

Contudo, estamos a falar da Europa! O Velho Continente onde as Nações sempre viveram de costas voltadas uma para as outras durante centenas de anos. Um continente que foi palco de guerras e ódios. Um continente dividido em dois até há bem pouco tempo. É uma Europa em construção constante e até onde os cidadãos mais eurocépticos no Portugal de 85 mudaram de opinião. E foi a opinião do Partido Comunista Português que me fez escrever este post. Um post simples, sem grandes pensamentos políticos ou teorizações filosóficas!

O PCP afirma que “o país está mais injusto e desigual”.

Opiniões há muitas e hoje, mais do que nunca, o dia é o ideal para que as forças vivas da sociedade Portuguesa se façam ouvir.

O Portugal de hoje é bastante diferente. A União Europeia contribuiu, sem dúvida alguma, para reformas estruturais profundas, muito ajudadas, diga-se, pela avalanche de fundos comunitários que jorraram para os cofres do Estado Português. Números soltos, apontam para mais de 50 mil milhões de euros o valor que chegou ao nosso território. O investimento externo em Portugal cresceu exponencialmente e Lisboa passou a ter uma presença mais activa no cenário mundial. Esta mesma ideia foi partilhada pelo Presidente Cavaco Silva no discurso de hoje na cerimónia que celebrou os 25 anos de adesão à UE.

O país cresceu. Está diferente.

Estará Portugal mais injusto e desigual? Não me parece. Há, isso sim, mais pluralidade política, mais liberdade de expressão, mais democracia, mais competição.

Termino com uma pergunta de resposta muito complicada, mas um exercício que todos nós devemos colocar e tentar responder: como teríamos nós caminhado se em 1985 ninguém tivesse colocado Portugal na CEE?!

Anúncios
Comments
One Response to “E se 1985 tivesse sido diferente?”
  1. Marco António diz:

    Em resposta à tua pergunta diria que teriamos caminhado para o abismo. A adesão à então CEE foi determinante para a evolução do país a diversos domínios. Só para mencionar alguns, há que falar da democracia e da economia. A adesão foi fundamental para a consolidação da democracia em Portugal, que vai de boa saúde e recomenda-se (basta olhar para os rankings mundiais), apesar dos energúmenos que tentam calar a comunicação social mandando os seus “meninos” fazer trabalho sujo. Em termos económicos, os fundos comunitários desempenharam um papel relevante na modernização, por exemplo, das infra-estruturas do país. Ainda mais importante, permitiram-nos ingressar num clube de países com uma moeda forte, sem a qual estaríamos às portas da falência.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

  • Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

    Junte-se a 9 outros seguidores

%d bloggers like this: