A verdade que teimamos esconder

Existem verdades absolutas que teimamos não querer acreditar. Ou ignoramos ou colocamos de lado por uns tempos. Tentamos abstrair-nos de algumas das coisas que nos fazem sentir mal, nos causam desconforto ou tristeza. Pena, mágoa, lamento entre outros sentimentos são colocados de lado. Com razão ou sem ela.

Com razão porque ninguém gosta de se sentir mal ou de estar preocupado. Sem razão porque é apenas passando por situações dessas que ganhamos experiência, conhecimento e enriquecimento enquanto pessoas e enquanto seres humanos. Faz parte do nosso crescimento. Do nosso amadurecimento.

Momentos e pessoas. Vão e vêm. Conhecidos e desconhecidos. Novos e velhos. E nós sabemos disso. Mas teimamos não querer acreditar. Até que somos confrontados com isso.

Estes momentos devem servir para cada um de nós olhar em frente e pensar que uma das (poucas) verdades absolutas que sabemos é que todas as histórias têm um fim. E a nossa também. Há que aceitar isso desde o seu início. E saber aproveitar cada segundo, cada minuto. Cada acção e cada palavra. E, por vezes, esquecemo-nos de o fazer.

Não só para nós, mas para os outros. A vida é uma viagem. Vamos desfrutar.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

  • Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

    Junte-se a 8 outros seguidores

%d bloggers like this: